domingo, 30 de abril de 2017

Atualização Mensal: Abril 2017: R$ 169.187,26 (+ R$ 26.446,57)

Boa noite, amigos!
Finalizando mais um mês do ano, que está voando!

Esse mês foi um dos mais agoniantes da minha vida, muita ansiedade, dificuldades para dormir extrema, as dores da fibromialgia voltaram com força. Alguns dias foi preciso ficar direto sem dormir, seja por trabalho, seja pelo incômodo das dores, mas foi o último mês da vida nesse ritmo.


De gastos extras nesse mês tivemos:

  • R$ 5.000,00 - Presenteei uma pessoa que conheci há pouco tempo, mas senti a necessidade de ajudá-la comprando um equipamento de trabalho, assim ela teve um "empurrão" para começar sua carreira; Com certeza ganhei um amigo para o resto da vida e, dada minha experiência empresarial, com certeza serei uma espécie de guru e guia desse amigo;
  • R$ 1.200,00 - Troca de óleo do carro;
  • R$ 7.800,00 - Parte em dinheiro dado de entrada de um veículo 0km que comprei para a esposa. Não consegui desconto à vista, então vou pagar a diferença em algumas vezes sem juros (a entrada foi maior, já quase quitando o veículo, pois coloquei o antigo mais esse valor no negócio). 
  • Gastei muito em restaurantes de altíssimo padrão, quis experimentar coisas que nunca tinha comido na vida e fui frequentar locais com atendimento personalizadíssimo para conhecer, coisa de novela. Achei a experiência fantástica e foi bem interessante explorar locais distintos. Por outro lado, descobri alguns locais que posso comer carne Angus e Wagyus gastando pouquíssimo. Por exemplo, para saborear 400 gramas de coxão duro Angus churrasqueado com pão e vinagrete (de qualidade melhor que qualquer picanha por aí) gasto algo em torno de doze reais, preço muito barato na minha opinião.

O motivo de eu ter feito alguns gastos extras totalmente atípicos da minha vida regrada, e em especial ter ido conhecer os restaurantes caros, foi a de expressar uma felicidade interna contida, então queria saborear novas experiências.

Conforme mencionei no post de apresentação, dentre outras coisas, possuía um restaurante Fast Food, que estava vendendo, pois quero reduzir o ritmo, aproveitar mais a vida e curtir o filho que irá nascer em breve.

A minha primeira meta de 2017 fixada, conforme a apresentação, foi:


  • A) Para 2017:
  • Vender o restaurante no primeiro semestre. Caso não consiga interessados, pretendo dar para alguém ou algum funcionário, assim estaria ajudando outra pessoa. Perderia, aqui, aproximadamente 500 mil reais (esse dinheiro eu já joguei a fundo perdido, logo, mesmo que eu venda, não entrará na conta financeira aqui do blog);


Felizmente, depois de muitas negociações e acertos, encontrei um interessado e vendi o restaurante, ainda faltam pequenos ajustes burocráticos, mas já estamos com contratos firmados, entre outros aspectos.




Sentirei muita saudade do negócio, pois embora trabalhoso, a atividade era bem prazerosa, além de ser gratificante receber e ouvir elogios pelos locais. 

Desta forma, estou abrindo mão de uma Receita Anual variável da ordem de R$ 1.200.000,00 a R$ 1.500.000,00

Por sorte, o restaurante não era minha atividade principal. Foi um hobby e uma experiência única de aprendizado. 
Considerei como um aprendizado único de gerenciamento empresarial com altíssima sensibilidade de gestão de pessoas e clientes na velocidade exigida por um fast food.

Nos próximos meses, vou distribuir o tempo extra em minhas outras atividades, organizar minha papelada, assistir alguns seriados e voltar a praticar atividades físicas (ahh, o lazer).

O valor da venda, tal como havia mencionado, não entrará na receita do blog e também não será utilizada para composição de aportes, inclusive, já dei um destino para o dinheiro.

Assim, minha meta pessoal fixada para 2017 está cumprida. tendo alocado um novo objetivo: em breve, pretendo comprar uma casa com alguns detalhes que sinto falta e meu apartamento atual vou dar para uma pessoa.
Também não quero que essa aquisição venha a impactar meus aportes, então o foco de trabalho no segundo semestre será o aumento da receita mensal.

No mês de maio, infelizmente, acredito que meus aportes serão baixos para a média que tenho obtido, pois terei alguns gastos ainda pendentes sem que eu tenha tido o tempo suficiente de alavancar a receita nas atividades restantes.

APORTES


Aportes Renda Fixa: R$ 23.786,32
Aportes Renda Variável: R$ 1.030,00
Aportes totais: R$ 24.816,32
Rendimento: + 0,97%
Fechamento: R$ 169.187,26



INCREMENTO PASSIVO E DIVIDENDOS


Considerando a diferença da evolução patrimonial com o aporte realizado, tive um incremento passivo de R$ 1.630,25! Também recebi:
  • Dividendos da GRND3 - R$ 4,14;
  • Juros sobre Capital Próprio da GRND3 - R$ 24,63.



OPERAÇÕES REALIZADAS (COMPRAS BOLSA)


  • 45 ODPV3: R$ 510,56; (papel novo)
  • 11 FLRY3: R$ 523,09; (papel novo)

Os valores acima estão com custos de liquidação, emolumentos e corretagem.



COMPOSIÇÃO DOS INVESTIMENTOS (RF e RV): 


Ignorando a renda fixa, e analisando a carteira de ações isoladamente, nesse mês tivemos uma rentabilidade de 7,13% (16,78% acumulado no ano). 😁😁

Renda Fixa: R$ 160.924,20
Renda VariávelR$ 8.263,06

Ainda continuamos com 95/5 entre RF e RV, contudo, estou com muita vontade de inverter os aportes a partir de junho.



CARTEIRA AÇÕES:




Com a compra da ODPV3 e da FLRY3, das minhas análises feitas, falta apenas a PSSA3 para encarteirar e fechar minhas 12 empresas, passando depois somente às análises de balanços e estudos de manutenção ou troca.

Estou gostando muito dos resultados que tenho obtido com as minhas empresas, indicando que os papéis foram uma escolha acertada e que as análises feitas, a princípio, tiveram êxito.

Para o próximo mês vou comprar PSSA3 e analisar a HYPERMARCAS. No mês de maio programei uma postagem referente à análise dos balanços do 1T17 das empresas que possuo.

VALORIZAÇÃO INDIVIDUAL DOS PAPÉIS:


    A título de curiosidade, até a presente data, os papéis flutuaram conforme segue:




    Continuando na luta, o próximo objetivo financeiro de curto prazo são os 200k. Na parte pessoal, a partir de junho vou rever minha rotina e abrir mais espaço para descanso, lazer e atividades físicas.

    Devagar, em frente sempre!

    Abraços!

    21 comentários:

    1. Fala I.P!!! No seu caso tanto importa se o aporte aumenta ou diminui ele sempre é alto !! Muito bom!! Sobre o restaurante que bom que cumpriu a meta !!! A renda dele é uma baita renda, isso que não é sua atividade principal rs, imagine a sua renda nas atividades principais!!! Como sempre vou falar da sua saúde, dada todas essas condições e está claro que você tem "bala na agulha" já pensou em largar tudo e viver de renda ? Não sei qual o gasto que você tem mensal, mas creio que sua renda passiva seja boa e dê para curtir a vida e o filhão que está por vir !!! Outra coisa espero que se você for "dar" o AP seja para alguém especial para você, tipo da família ou alguém que você tenha muito estima, pode não fazer falta para você, mas você adquiriu com a força do trabalho, ajudar pessoas até podemos ajudar mas de outra forma rs, já ouviu aquele ditado que se deve ensinar a pescar? Bem por aí rs. Abraços !!!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá, Stifler! Obrigado pela visita e comentário.
        Era uma baita renda mensal mesmo, vou sentir muita falta dessa grana toda kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Minhas outras atividades faturam muito menos do que essa em termos bruto, contudo, são muito mais rentáveis e dependem muito menos de mim, a ponto de, se eu quisesse, poderia ficar parado esperando a grana.

        Quanto à saúde, vou apertar só mais esse e o próximo mês para organizar a casa, mas já contratei um leque de funcionários para delegar as atividades e poder sobrar mais tempo.

        Como ainda sou novo, não pretendo ficar parado. Uma das grandes lições que aprendi com o fast food é o gerenciamento de tempo, inclusive o pessoal. Então vou continuar trabalhando, mas muito mais focado e com uso otimizado do tempo.

        Quanto ao apartamento, vou dar para uma pessoa muito especial, sim. Essa pessoa se sacrificou e me ajudou muito desde o começo de uma empresa minha, 7 anos atrás. Então o apartamento vai ser tipo um bônus, um reconhecimento.

        Eu ajudo muito os colegas e conhecidos, mas com orientações e palavras do que financeiramente. Dinheiro só dou para aqueles que realmente merecem, como o presente que mencionei no começo dessa postagem.
        A pessoa está se arriscando e abrindo um negócio, poderia operar sem a ferramenta que eu comprei, contudo, com ela, a atividade dele será de qualidade bem melhor.

        Essa lição aprendi três anos atrás, quando emprestei 150 mil para um amigo e nunca mais verei a cor do dinheiro... Ou seja, aprendi a falar o "poderoso não". E não dar mais justificativas do tipo: "não posso emprestar pois estou apertado, desculpe". É não e sem justificativas ("não posso, sinto muito"). Nesse momento minha vida mudou.

        Abraços!

        Excluir
    2. R$ 1.200,00 de troca de óleo. Deve ser óleo diesel de uma super caminhonete tritrodupla para o ano todo,kkkkk.

      Ver seus fechamentos é como me visualizar daqui a alguns anos, dá gosto.


      Vlw.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigado pela visita, Lawyer!
        kkkkkkkkkkkk caro né, o óleo.

        Toda vez que vou trocar me dá aquele arrependimento de "argh vou trocar de carro", mas aí entro nele e vem o banco me abraçando, o motor urrando... deixa quieto...

        Foi um símbolo esse carro para mim, meu primeiro item de ostentação e um presente que me dei, pois sempre tive vida extremamente frugal.

        Trabalhei nos anos para aumentar a renda, adquiri o veículo na época que eu era da corrida dos ratos e, hoje, já pela desvalorização dele, não compensa vender. Enquanto puder manter o carro, vou manter.

        Conheço um senhor que o sonho dele era ter o carro igual o meu. Esse senhor tem mais de 12 milhões de reais no banco e anda à pé para "não ter gastos" e não realizou o sonho dele. Hoje essa pessoa tem noventa anos... e ficou com a vontade.
        Quando atingi um patamar de receita, comprei o carro sem pensar, justamente porque eu não queria "guardar dinheiro pelo dinheiro".

        Fico contente que sirva de motivação e que você consiga atingir todos os patamares financeiros de seus sonhos. O segredo é trabalhar, ser focado, acreditar, ser educado, simpático, humilde e fazer sempre o melhor trabalho possível. O Dinheiro é a consequência natural e nunca foi meu foco principal.

        Valeu!

        Valeu!

        Excluir
      2. O precoce, poderia com o tempo dar umas dicas de empreendedorismo para nós, algo do tipo que dá um retorno para quem não tem muita experiência, porém vontade de trabalhar.

        Depois, claro se não houver problema, falar mais sobre esse fast food que está vendendo, para termos noção de retorno.

        Vlw.

        Excluir
      3. Assim que reorganizar a casa e alguns projetos atrasados, terei mais tempo sobrando e vejo de bolar alguma coisa que poderia ser útil e auxiliar os colegas.

        Do fast food pretendo daqui a alguns meses postar alguma coisa do franchising e uma opinião acerca do ramo alimentício.

        abraços

        Excluir
    3. Grande IP, blz?

      Não conhecia seu blog, mas já gostei do que li! Realmente que batalha sua vida, mesmo com tão pouca idade! 20hrs de trabalho é coisa de outro mundo!!

      Me tire uma dúvida, não precisa dizer o modelo exato do veículo, mas que carro é esse em que se gasta R$1.200,00 apenas para trocar o óleo? Não sabia nem que existia esse patamar! kkkkkkkkkkkkkkkk

      Sobre a venda do seu restaurante, concordo em todos os aspectos. Se é algo que não te dá prazer, não te agrega nada além de dinheiro e ainda toma seu tempo, venda!

      Abrs!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Bem vindo, Nordestino!
        Vou adicionar seu blog no blogroll e acompanhar, obrigado pela visita.

        O veículo usa um óleo sintético que custa 60,00 o litro, são 6 litros (R$ 360,00) mais a mão de obra, normalmente R$ 279,00. Nas trocas de óleo também sempre faço a substituição do filtro de ar (são dois no carro), do filtro de óleo e do filtro de combustível. Esses quatro filtros juntos somam mais 400 a 600 reais, dependendo da época.

        O pessoal aproveita esse momento e já faz pequenos ajustes de lubrificação das juntas de amortecedores, limpeza do ar.

        Quase uma mini revisão.

        Quanto a marca, é veículo dentro do segmento BMW, Mercedes, Audi, Jaguar... mas aqueles com alguns cavalinhos a mais kkkk

        Os que possuem manutenção barata e compensam muito usar (caso um dia queira um veículo premium, com conforto absurdo, segurança absurda, mas com manutenção acessível) é a BMW 320 ou a Mercedes C180. O novo Passat CC também é maravilhoso, mas desconheço os custos.

        Quanto ao restaurante, é por aí mesmo, o dinheiro não pode ser o foco, pois cansei da jornada diária "tripla" e o tempo hoje é o bem mais valioso que possuo.

        O ponto principal é que o restaurante funcionava todos os dias do ano, de segunda a segunda, inclusive feriados. Ou seja, não existia descanso.

        Vou visitar seu blog para conhecer!
        Abraços!


        Excluir
      2. Grande IP!

        Adicionado também!

        Caramba, pela quantidade de óleo (6 litros) já dá para ver que o bicho é bruto! kkkkkkk!

        Realmente, pelo segmento, a manutenção é proporcional! Mas cá entre nós, carro, pra quem curte, é uma paixão, né? Com certeza um dia espero poder chegar a capacidade de pegar um carro de marca premium. Na verdade até poderia comprar, mas meus aportes seriam 0! kkkkkkkk

        Eu já tive vontade de comprar alguma franquia do ramo alimentício, mas duas coisas me fizeram desistir:
        1 - Acho primordial tem experiência nessa ramo, e o meu é zero!
        2 - Os melhores pontos e marcas, no geral, são vendidos aos franqueados master, então só sobra coisa ruim pra abrir.

        Abrs!

        Excluir
      3. Então, carro é meu vício hahahaah Depois que acostuma com modelos de luxo e um bom motor biturbo com torque absurdo... difícil abandonar.

        Estou programando uma compra de um superesportivo para abril de 2019 (usado, claro). Se tudo der certo, vou realizar esse sonho de ter um mega brinquedo para adultos.

        Comprar o carro é tranquilo, o difícil é manter. No seu caso, comprando o veículo e comprometendo o seu aporte, jamais o faria. O ideal é juntar o patrimônio financeiro primeiro, chegar no 1 Milhão e depois se dar de presente um veículo desse (os carros premiums normalmente são vendidos em 12 parcelas sem juros, ou seja, você conseguiria comprar sem mexer no capital).

        Específico da franquia do ramo alimentício, pretendo mais para o segundo semestre fazer algumas postagens a respeito. O negócio é extremamente gratificante, prazeroso, engordativo (hahaha) mas muito desgastante e em alguns momentos desmotivador.

        Caso algum dia eu volte a empreender no comércio, será somente lojas que vendam produtos prontos (sapato, roupa, perfume, óculos). Nada que tenha que "preparar" e entregar ao cliente, ainda mais em um fast food que o pedido tem que sair em 4 ~7 minutos.

        Ramo alimentício, nunca mais.

        Abraços!


        Excluir
    4. Olá IP,
      Parabéns pela jornada nos investimentos. Desejo melhoras a você.

      Abraços.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Valeu pelas palavras e visita, Cowboy!
        Abraços

        Excluir
    5. Excelentes aportes e se manter assim vai chegar fácil no milhão.

      http://finansferas.blogspot.com/ - Links sobre a blogosfera financeira nacional e internacional.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Tomara que eu consiga manter os aportes, Finansfera.

        Visitei o seu blog, achei a iniciativa louvável, parabéns. Inclusive, utilizei para ler e pesquisar sobre diversos outros blogs que não conhecia.

        Excluir
    6. Grande IP! Como sempre aportando forte. Parabéns pela venda do restaurante, para quem já havia contando com perdido até que é bom ver o dinheiro entrando certo!?

      Cara a sua carteira e sensacional, tenho alguns desses papeis coisa boba, mas tambem venho obtendo bons resultados.

      Forte abraço e sucesso

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigado, Marujo!
        Com certeza! Como já tinha dado como fundo perdido, o valor que entrou, seja em pecúnia ou imóvel, é muito bem vindo e não contabilizado como "poxa, perdi X".

        Da carteira estou bem satisfeito também, um ou outro ponto ali me preocupa ainda (como o SSS da HGTX3), mas no geral estou bem satisfeito com a escolha das empresas.
        Acho que vou adiantar os planos e já começar a aportar forte em ações.

        Agradeço a visita, abraço!

        Excluir
    7. IP, como sempre, adoro seus posts. A principio vou pedir para você colocar uma barrinha de newsletter no blog -algo que estou pedindo para todo mundo hahaha, ja ja o pessoal se reune e juntam pra me bater-.
      A renda da minha familia vem de empresas (uma de serviços e outras de comercio como roupas, calçados e etc)
      Uma coisa que notamos é o seguinte, você precisa estar em cima a todo instante. No setor do comercio para ver a entrada e saída do estoque (que fica impossivel o controle em comercio pequeno(que eu saiba), coisas acontecem se você virar as costas.
      E em ambas as empresas o controle de entrada e saida dos caixas são primordiais. Algo que estava discutindo com a minha familia era comerçar a buscar alguma especie de comercio que exija menos controle nosso e que a grana só entre sem tanto estresse como temos no setor de comercio e serviço. E o setor alimenticio fast food por exemplo, foi algo que nos atraiu bastante. Pois temos como ter controle da entrada e saida de dinheiro, vamos usar o exemplo do Subway, o caixa precisa de emitir a ficha para o cliente, entao se você estiver a viagem vc nao tem estresse. Agora com nossas empresas sempre temos que estar em cima, desde a abertura da empresa até o fechamento (horario comercial) e isso está nos desgastando muito. O que você recomendaria ? Adoraria uma troca de experiencias contigo. um forte abraço !

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá, João Roberto
        Obrigado pela visita.

        Quanto a barrinha de newsletter, vou procurar nas configurações do blogspot e ver como faz para colocar aahhahaha

        Específico aos controles financeiros de fast food, realmente, praticamente impossível o funcionário do caixa desviar algum dinheiro, salvo se estiver de conluio com a equipe de produção na cozinha, assim como com o consumidor (vender sem a comanda, sem a senha etc).

        Por outro lado, a grande dificuldade de estabelecimento desse gênero não é o controle financeiro, mas, sim, o CMV (custo de mercadoria vendida).
        Em restaurante alimentícios, com grande giro, você ganha em dois momentos:
        1) na compra das mercadorias;
        2) na fabricação do produto (quantidade de ingredientes que usa).

        Digamos, por exemplo, que você projetou uma ficha técnica de usar X gramas de queijo em determinado produto, o funcionário, por falta de treino, distração etc acaba usando um pouco a mais... ao fim do mês, isso tem um impacto direto no seu lucro. Ou seja, muito embora não houve desvios ou furtos, corroeu todo o seu lucro.

        Há os casos em que funcionários escondem produtos (exemplo, um pote de chocolate) dentro do lixo e quando vão descartar esses sacos, pegam e levam embora.

        Então, com as empresas de gênero alimentícios, também é necessário ficar em cima.
        Pior ainda.
        Além de controlar a quantidade de ingredientes utilizados e controlar o estoque diariamente, é essencial estar atento à apresentação do produto, velocidade de "entrega do prato ao cliente", delivery e SEMPRE vai existir o cliente que vai comer 5 kg de comida e falar que passou mal pois estava estragado.

        Sempre vai ter o cliente reclamando que o pedido levou 6 minutos para sair, quando deveria levar 3. E por aí vai.

        Não sei qual o horário de funcionamento de suas empresas, se comercial ou horário de shopping (funcionamento noturno), mas fast food possui complicações peculiares além do atendimento e estoque, muitos detalhes que independem dos seus esforços...

        Poderia listar N mil motivos para não abrir um restaurante ou empresa vinculada a gênero alimentício. O que posso orientar é que precisa gostar muito do ramo (alimentício) e estar preparado para ignorar feriados, sábados e domingos.

        Pesou na decisão de venda um problema de saúde e minha rotina pesada com meus outros projetos.

        Existem diversos pontos vantajosos, prazerosos, sim. Contudo, me decepcionei com esse ramo e não volto nunca mais.

        Caso queira aprofundar ou trocar ideias, estou à disposição.

        Abraços!

        Excluir
      2. O pote de chocolate já foi o suficiente para desistir da idéia kkkk
        Vou te contar um caso parecido, um funcionario levando um pé de tenis por dia, é cada coisa coisa que acontece, meu irmao, e no final é só prejuizo para nossos bolsos, isso que me desanima, mas vejo esse tipo de coisa em cada tipo de comercio, o negocio é progredir acima disso, esse é o Brasil que vivemos.
        Existe tambem o cliente que compra um calçado e detona ele em 1 mes e depois vem encher o saco kkkk
        Funcionam em horario comercial na praça de comercio mesmo. Já a empresa de serviços fica um pouco mais distante.
        Poderia citar N motivos para abrir os olhos com relação a comercio e serviços.
        Como vim de uma familia de empresários, nao tenho outra opção a não ser continuar nesses negocios como forma de subsistencia, ainda nao encontrei algo melhor e rentavel. Uma coisa que me entristece é a saúde que perdemos nesses negócios, como você mesmo disse. Sou jovem ainda e nao tem nada mais triste do que ver meus pais para baixo por causa de fatores que acontecem em nossos negocios. Mas somos persistentes e torcemos para um futuro melhor.
        Caso queria trocar ideias, tambem estou à disposição.

        forte abraço!

        Excluir
    8. Olá IP, a RV está um mel de tão doce. Parabéns pelos aportes e pela atitude de sempre ajudar os outros.

      Abraço.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Boa noite, Sequoia!
        Obrigado pela visita, quanto a atitude de ajudar, temos que compartilhar o pouco que conseguimos aos que precisam.
        No mês de maio já fiz mais um auxílio, muito embora esse mês não poderia.
        Faz parte.
        Abraços!

        Excluir